quinta-feira, janeiro 26, 2006

Fenómenos (in)explicáveis II

Mais uma vez aqui estou com este tema. Tem-me feito uma confusão danada, tanta miudagem durante estes dias no "casting" para os "Morangos com açucar".
Têm de ter entre 8 e 25 anos. Que os de 25 anos peguem nos sapatos e que tentem a sua sorte (estarão sem emprego?) tudo bem, agora os garotos com idades em que não podem ir sózinhos? Serão os Pais, Encarregados de Educação cumplices das faltas às aulas para estarem um dia inteiro na fila para prestarem provas e no fim poderem levar um "NÃO"? Como já vos confessei a minha filhota já andou nessa onda, mas nunca fui durante a semana, fui sempre ao fim de semana, nunca poderia concordar com uma falta à escola para ir a um "casting". Depois veêm de todo o País, Norte e Sul , Este e Oeste de véspera, passsam a noite ao frio e ainda por cima queixam-se que nem casa de banho têm. Que é que queriam? Uma daquelas das obras? Um serviço de bar? Aquecimento?
A televisão que deveria ter um papel educativo marca isto para dias de semana (vejam as datas, 24, 25, 26, 27, 30 e 31) e durante o fim de semana não há.
Há blogs dos morangos com açucar, há clube de fãs, fotologs, livros dos actores da série, etc.
Realmente a fama fácil é uma mina e aparecer na televisão é o sonho de qualquer miudo, ser actor ou actriz também. Será que o País tem capacidade para tanto actor? Até é uma classe que se queixa de falta de emprego de oportunidades. Será? Antigamente todos queriam ser jogadores de futebol, era bom jogar à bola, pensavam que era fácil, descobriram que afinal dá trabalho, teinos bidiários, não podem ir às discotecas, não têm quase férias, cansa... Ser actor é mais calmo, conhece-se muita gente famosa, viaja-se...
Fará isto também parte do "Choque Tecnológico"?

<"De sua justiça">

3 Comments:

At 12:24 da tarde, Blogger planaltobie said...

Falas de uma coisa séria. As pessoas não imaginam como somos maltratados quando "vamos" à televisão. Das poucas experiências que tive foi, como disseste, esperas e mais esperas, tratamentos abaixo de cão, não há respostas...
Uma vez, num concurso, estive lá eu e mais duas pessoas, o dia todo e às tantas da noite disseram-nos que as gravações ficavam para o dia seguinte!
Mas é assim...

 
At 8:36 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

É o imediatismo...
A fama imediata no seu melhor!!! Vendem-se ilusões a troco de nada, que os miudos embalem nisto a gente até aceita, mas os pais, porque como tu dizes o país não tem capacidade nem para tanto actor nem para tanto cantor. Isto faz-me lembrar a Operação Triunfo, programa do qual eu era assídua espectadora porque achava que ali os miudos até aprendiam qualquer coisa sobre como cantar correctamente e sobre soldiariedade e trabalho de equipa... Dos que por lá passaram quantos estão realmente no activo, a cantar? Quantos não passaram do 1º disco? E olha que por ali passaram grandes vozes e excelentes cantores!
Dá que pensar não é?
Jinhos e Obrigada ;)
Marisa

 
At 4:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Infelizmente é o país e os pais (será que estavam todos de folga ou meteram atestado médico para lá ir em com os filhos?!)que temos. Mas como competir com a televisão?
Como diz a Marisa dá mesmo que pensar.
Bjs Lena

 

Enviar um comentário

<< Home