quarta-feira, janeiro 25, 2006

Liberdade II

Na minha escola agora temos cartões electrónicos, pois é, os velhinhos cartões que eram dados todos os anos aos alunos foram agora substituídos pelos modernaços cartões electrónicos. Só que agora todos os funcionários da escola têm um. Professores, Funcionários Admnistrativos e Auxiliares de Educação. Têm fotografia e tudo , não vá alguém "encontrar " algum cartão perdido e usá-lo. Isto porque os cartões servem para usarmos na cantina, bufete e papelaria e para isso tem que ser carregado primeiro com dinheiro. Até aqui tudo bem, achamos que estamos no bom caminho, da modernização, do "Choque Tecnológico".
Os alunos andam todos contentes, pois parece um cartão multibanco e o sonho de qualquer garoto de 10/12 anos é ter um cartão com dinheiro.
À entrada da escola está uma funcionária dentro da sua "casinha" com um computador à frente, e nós, alunos e funcionários temos que "picar" o cartão, isto é , passar o cartão por uma "geringonça", que normalmente à primeira passagem dá sempre vermelho e só depois de várias tentativas é que acende o verde e nos dá permissão para entrar. Claro que isto às primeiras horas da manhã é complicado e de vez em quando, mais quase sempre, do que de vez em quando, forma-se uma fila de alunos pelo passeio para poderem passar o seu cartão. Quem não der entrada com o cartão não pode usar os vários serviços.
Como nada é perfeito o sistema de vez em quando vai abaixo e fica tudo "engatado" na escola.
Mas esta conversa toda porque, sentimos que mais uma vez a nossa liberdade está posta em causa. Acontece que ao passar o cartão à hora de entrada e saída fica registado no sistema a hora a que se entrou e saiu da escola. Faz-me lembrar no tempo da "outra senhora", os operários que tinham o cartão para picar à entrada e saída das fábricas. Será que a intenção é a mesma , mudando e modernizando o sistema, simplesmente?
A ver vamos.

<"De sua justiça">

2 Comments:

At 11:47 da manhã, Anonymous IO said...

E até já há locais onde, inconstitucionalmente se põe o dedo em frente ao bufo tecnológiko... - mas é tanto o medo do desemprego que ninguém denuncia..., ao que chegámos, o que se fez de todas as liberdades conquistadas pelos operários das lutas do século passado...

 
At 8:54 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

Essa de vocês também passarem o cartão...(queixo caído)!!!
Essa pelo menos nem passou pela cabeça do meu chefe!!! (por enquanto)
Marisa

 

Enviar um comentário

<< Home