terça-feira, fevereiro 07, 2006

Insultada

Hoje senti-me mais uma vez insultada. Insulto à minha dignidade de Professora, Educadora.
No início deste 2º período houve na maioria das escolas um reajustamento das horas dos Professores, uma vez que alguns Conselhos Executivos tinham interpretado mal o Despacho da Sra. Ministra. Então foram retiradas 2 horas à componente não lectiva dos Professores. Para isso teve que haver reajustamentos na distribuição de serviço a alguns Professores. Ora a mim calhou-me um tempo (45minutos) na Biblioteca da escola ou no CRE (Centro de Recursos). Até aqui tudo bem. Supostamente para se colocarem mais Professores na Biblioteca significa que faltava mão de obra para o Projecto desenvolvido na Biblioteca Escolar. Pensei eu, claro. Ingénua. Ao fim de 27 anos de serviço ainda acredito que algumas das minhas capacidades dão jeito na Biblioteca da escola. Ao fim de 5 semanas sem ter trabalho distribuído, foi-me dado um. A funcionária quando cheguei à biblioteca, hoje disse-me que já tinha tarefa para mim. Aguardei. Retirou uns "dossiers" de uma prateleira e disse-me para eu fazer no computador "lombadas" para colocar nos ditos "dossiers". Quem me conhece já deve estar a rir com a minha resposta. Pois foi isso mesmo, mandei fazer a quem me mandou.
Como é possível que ponham Professores numa Biblioteca a fazer lombadas para "dossiers"? Leva-me a pensar que realmente nos querem na escola de castigo, que não há nada mais educativo para um Professor fazer. Que estas horas da componente não lectiva é mesmo para "encher chouriços". Será que essas horas foram só para "tapar buracos"? Para cumprir com o Despacho? Para "Inglês ver"? Pois meus amigos eu recuso-me a fazer esse trabalho e não me venham pedir para fazer um projecto para me ocupar nesse tempo, não pedi para ir para a Biblioteca, se lá me colocaram já deviam ter pensado- e conhecem-me bem o suficiente- para saber aproveitar-me. Se não fico cada vez mais convencida que andam a brincar com uma profissão de grande responsabilidade. Ou pensam que não?
Mas há mais.
Amanhã conto-vos outra, que hoje não levei a máquina fotográfica.
Se por acaso algum de vocês vir ou conhecer a "Milu", façam-lhe um link para o meu blog.

Estou neste estado! Fiquei com os cabelos em pé!

<"De sua justiça">

5 Comments:

At 7:48 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

Infelizmente este tem sido o dia a dia de todos os professores... eu não conheço a Milú..mas gostava a sério tinha umas boas para lhe dizer!!!
Partilho a tua indignação essa e tantas outras que nos acompanham no dia a dia. eu quero é trabalhar com os miudos, foi para isso que andei a estudar...
Jinhos solidários

 
At 8:16 da tarde, Blogger xá-das-5 said...

Um "lombada" na tromba da Milú e é um despacho!

 
At 9:57 da tarde, Anonymous IO said...

TT, se algum dia encheres morcela e farinheira, manda! - realmente, que mais faltará fazerem dos educadores?... mas olha que a fotografia das lombadas está gira. Beijo, uma que se vai para não apanhar nehuma lombada lol

 
At 11:28 da manhã, Blogger Henrique Santos said...

A Isa quer é farinheira para petisco da dita... Sabes, tens de levar esta vida numa desportiva, com estes dirigentes que temos, não há paciência mesmo! É a mediocridade no poder há uma série de anos, pobre 25 de Abril, nobre nos desígnios, mas que filhos tão maus gerou... Acredito que é difícil aceitar uma aberração de pôr de facto os cabelos em pé!
Obrigada pela visita, espero sempre de quem pode dar uma crítica ao que faço, para me orientar, sobretudo porque caminho para o livro...
Bjinhos Ricky

 
At 1:45 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

Nem o que dizer...fiquei de boca aberta ao ler esta vergonha....

digo-te mais, se há alguma coisa que os EUA têm de boa é a dignificação dos professores, estes profissionais são tratados de facto com o respeito que merecem.

Beijocas

 

Enviar um comentário

<< Home