sexta-feira, março 31, 2006

Desporto Escolar

Música de KT Tunstall - Other side of the world

Powered by Castpost

...e lá fomos para Atouguia da Baleia jogar basquetebol no âmbito do Desporto Escolar.
O que de bom tem morar por estas bandas é que nestas curtas viagens (1 hora), passamos por terras que nem imaginamos que existem, como “Imaginário”, sim, é um nome de um aldeia (penso eu). Depois os motoristas já são velhos conhecidos meus e dos garotos, meus porque já ando nestas andanças nesta escola há 8 anos e porque transporta os garotos todos os dias de casa para a escola e da escola para casa. Portanto fica tudo caseiro, íntimo e são sempre agradáveis estas viagens. É de tal maneira que muitas vezes entram na escola connosco e ajudam na claque pelos nossos. Também conhecem caminhos por entre montes e vales e realmente este nosso Portugal é lindo.
Desta vez levei 25 alunos (rapazes e raparigas), antes de entrarem para a camioneta ouviram as recomendações de sempre e portaram-se 100%. Eu sei, coisa rara nos dias que correm, mas estes miúdos e miúdas ainda nos ouvem, além de que me conhecem bem e sabem que quem se portar mal, nas próximas saídas fica em terra. E o que eles gostam desta saídas do Desporto Escolar. E eu também. É a escola vista e vivida de outra maneira, é o convívio entre nós e eles mais chegado, um desabafo na camioneta, talvez a insegurança deles estarem em terreno que não dominam e nós sermos o único adulto perto que conhecem. Faz-nos bem, a eles e a nós. Os jogos correm como sempre, umas vezes melhor outras pior, desta vez resolveram inovar, eu diria inventar, mas, quem sou eu… 3X3 campo todo. Coitados estavam de rastos, jogos seguidos sem parar. Não é possível, ninguém aguenta. Hoje queixaram-se de dores nas pernas, pudera!
Como a escola onde fomos jogar é do 2º e 3º ciclo, os árbitros eram todos mais velhos. Mas quando sabem menos que os jogadores... é preciso um esforço muito grande, para eles não refilarem e eu também. Mas correu tudo de uma forma educativa e em festa, como sempre. A próxima concentração é na nossa escola. Houve alturas em que tinha 3 equipas a jogar ao mesmo tempo, impossível dar-lhes apoio. Mas como estão habituados a organizarem-se e sabem que estou de olho e perto, portaram-se todos muito bem.
Agora seguem-se as fotos da praxe e os vídeos, pequeninos desta vez, para não carregar muito o blogue.
A partida da escola

Montes e vales



Ovelhas a pastar


Campos repletos de "azedas"

Vinhas e cavalos a pastar

Barragem de S. Domingos

Um dos jogos femininos

A ordem é arbitrária

Este "post" é dedicado ao meu aluno Miguel, nº10, que apesar de nesse dia ainda ir viajar para Angola para rever o Pai, não deixou de estar presente nesta concentração.


Um dos jogos masculinos

Aspecto geral das bancadas
Um Vídeo de um jogo Feminino

290306 075
Vídeo enviado por tuga

Um dos jogos Masculinos

290306 082
Vídeo enviado por tuga
Um vista geral dos campos


290306 076
Vídeo enviado por tuga

quinta-feira, março 30, 2006

Informação nº 43

Música de Humanos - Quero é viver

Powered by Castpost

A música demora um pouquinho a carregar, pelo menos aqui no meu PC,é grande, mas vale a pena ouvir, primeiro porque é de um artista genial que já não está entre nós (António Variações), a letra parece que foi feita para este "post", e depois porque é cantada pelo Camané, outro artista de excelência.

Na minha escola (estou farta de começar “post’s” assim, mas tem de ser) há o hábito de que, quando há uma informação para ser dada a funcionária, do bloco onde é a sala de Professores, passar o dia atrás de nós para lermos e assinarmos a dita cuja. Ora já vamos na informação nº 43. Não me perguntem qual foi a nº1 ou a nº30, pois acho que ninguém se lembra. Isto porque a minha “chefe” acha que assinando, serve de prova se algum de nós não a cumprir.
Então a informação nº 43 resumindo diz o seguinte: A partir do dia 18 de Abril, início do 3º período, as faltas dos Professores são marcadas conforme a hora do “picanço”do cartão na portaria(passagem do cartão pelo dispositivo no portão da escola) . Há uns tempos aqui atrás, falei-vos desta inovação que a escola adoptou, que já não é novidade para a maioria das escolas Portuguesas. Pois foi-nos dito que o tal cartão e o tal “picanço” à entrada e à saída da escola devia ser feito por todos os alunos , funcionários e Professores para, em caso de catástrofe, saber-se o número de pessoas e quem estava na escola. Acho muito bem. Só que em caso de qualquer tipo de catástrofe a primeira coisa a ir abaixo são mesmo os computadores, ora aí não servirão para nada. Depois, Graças a Deus, ainda não houve nenhuma catástrofe, mas o sistema de vez em quando não funciona e vai mesmo abaixo. Acontece.
Como só há um portão, e pequeno, para a entrada de todos os funcionários, alunos e público em geral na escola foram colocados dois dispositivos para passarmos os cartões. Às 8.20h, hora de entrada de manhã, da maioria das turmas, há uma fila de alunos para passar o cartão, pois todos têm de o fazer. À saída nem tanto, uma vez que os horários são desencontrados. Mas à 4ª feira os alunos estão todos na escola e saem todos às 13.25h. Calculam a confusão que se gera pois a maioria tem que apanhar o transporte (camioneta) para casa e é sempre uma correria. Então para que os alunos não perdessem a dita camioneta, à 4ª feira e às 18.20h, saída das aulas da parte da tarde decidiu o Conselho Executivo (CE) que os ALUNOS, não precisavam de “picar” o cartão. Mas os Professores e Funcionários sim. Ficámos desconfiados. Ora a nossa desconfiança não tardou em se tornar uma informação, a nº 43. Todos temos que passar o cartão à entrada e à saída da escola e as faltas são marcadas segundo a hora do “picanço”. Fiquei revoltada, furiosa e achei de uma prepotência atroz aquela informação. Fui falar com o Presidente do Conselho Executivo que era quem assinava a dita cuja. Nós, eu e ela, temos dias em que não nos damos muito bem… Numa de amiga fui dizer-lhe que não devia fazer aquilo, uma vez que não constava no Regulamento Interno, documento que rege a escola e agrupamento. Com falta de argumentos, para variar, disse que tinha havido umas confusões com alguns Professores sobre as horas de entrada e a partir do 3º período era assim. Ora a escola é nossa, de todos quantos, todos os dias com mais ou menos vontade se dirigem para ela para dar o seu melhor. Não é só dela.
Suponhamos que um dia os Professores resolvem todos faltar, só vão os alunos, Funcionários e o CE. A escola pode funcionar? Ou terá que fechar? Agora suponhamos que o Conselho Executivo não vai à escola durante um dia inteiro. Vão na mesma os alunos os Funcionários e os Professores. A escola pode funcionar? Ou terá que fechar?
Isto tudo para vos dizer que acho que há pessoas que não podem ter lugar de Chefia, que a candidatura para o CE só devia poder fazer-se por dois mandatos e que o Presidente do CE devia ter uma turma , para não perder o contacto com os alunos e com os problemas do dia a dia de um Professor.
Como devem calcular anda tudo um pouco revoltado , não com o que se faz mas com a maneira como se manda fazer.
Agora digam-me, se os Professores se põem na fila com os alunos, chegam atrasados às aulas e levam falta... Se passamos à frente dos alunos, chegam os alunos atrasados às aulas... como temos todos bom senso e esperamos pelos alunos antes de iniciar a aula, perdemos sempre alguns minutos, o que contabilizado no fim do ano pode resultar numa ou mais aulas perdidas.
Observem neste vídeo a sáida da escola. Parece que a escola "vomita" garotos.


290306 083
Vídeo enviado por tuga

quarta-feira, março 29, 2006

Corrente II

Pois lá fui apanhada na corrente mais uma vez, quem me lançou esta foi a Madalena. Devia haver uma lei na blogoesfera que quem faz uma está dispensado por 10 anos.
Prontos aí vai.

4 empregos que tive na vida

Eh,eh, eh, fui sempre Professora (há 28 anos). Tão perto que eu estava da reforma e ainda fresca para me fazer à vida. Agora olha, não sei se lá chego...

4 Sítios onde vivi

1-Porto Amélia (agora Pemba)
2-Nampula
3-Xai-Xai
4-Lourenço Marques (agora Maputo) . Também vivi em Maputo.

4 filmes que posso ver vezes sem conta

1- os filmes de quando eu era pequena
2- os filmes dos meus filhos quando eram pequenos
3- Hair
4- o Feiticeiro de OZ

4 pratos favoritos

1- caril de camarão
2- açorda de marisco
3- bife com ovo estrelado e batatas fritas
4- ovos escalfados com ervilhas

4 séries que nunca perco

Perco todas, nunca consigo acompanhar nada até ao fim.

4 websites

1- os blogues dos amigos
2- Google
3- mundoslam
4 - Btuga

4 sítios onde gostava de estar agora

1- Inhaca
2- Austrália
3- a dar a volta ao mundo
4- a navegar (no mar)

4 vítimas

1 - papoilasaltitante
2 - vazio
3- tijolices (sorry, mas ao menos apareces por aqui)
4- daquemdalemmar ( para se iniciar nestas andanças)

Promessas

Promessas, falsas promessas. Não me consigo habituar. Não sei se vale a pena denunciar, continuar a lutar, não sei se mudaremos alguma coisa. Mas tenho a certeza de que haverá sempre gente que nunca se calará, que irá sempre lembrar as promessas não cumpridas e que pelo menos tentaram, fizeram alguma coisa para mudar este cruel mundo em que vivemos. Eu sinto-me parte desses que se preocupam, lutam, querem e que não se calarão por um MUNDO MELHOR.

Informa-te!
Não te cales!

No ano de 2000, 189 chefes de Estado e de Governo assinaram a Declaração do Milénio que levaram à formulação de 8 objectivos de desenvolvimento específicos, a alcançar entre 1990 e 2015. Estes objectivos, podem ser resumidos da seguinte forma:

1- Reduzir para metade a pobreza extrema e a fome.
2- Alcançar o ensino primário universal.
3- Promover a igualdade entre os sexos.
4- Reduzir em dois terços a mortalidade de crianças.
5- Reduzir em três quartos a taxa de mortalidade materna.
6- Combater o VIH/SIDA, a malária e outras doenças graves.
7- Garantir a sustentabilidade ambiental.
8- Criar uma parceria mundial para o desenvolvimento.


Reduzir para metade a pobreza extrema e a fome
Somos quase 6 mil milhões de habitantes neste planeta. 1,2 mil milhões de nós sobrevive em condições de extrema pobreza, isto é, vive com menos de 0,85 euros por dia. Destes, 70% são mulheres. 6,3 milhões de crianças morrem de fome por ano e há 842 milhões de pessoas sub-nutridas no mundo.

Alcançar o ensino primário universal
Cerca de 115 milhões de crianças no mundo não vão à escola. Destas, três quintos são meninas. 876 milhões de pessoas no mundo são iletradas, dois terços das quais são mulheres.

Promover a igualdade entre os géneros
Dois terços dos analfabetos no mundo são mulheres e 80% dos refugiados são mulheres e crianças. Em muitos países as mulheres não têm direito à herança do marido, ficando desamparadas quando ele morre, não têm direito de voto nem de se associar nem de escolher o marido. Também em muitos países as mulheres não têm direito a aprender a ler, a ser remuneradas pelo seu trabalho e noutros, quando trabalham ganham em média menos do que os homens.

Reduzir em dois terços a mortalidade de crianças
Para além dos 6,3 milhões de crianças que morrem de fome anualmente mais 13 milhões morrem antes de atingirem os cinco anos por causas evitáveis, tais como diarreia.

Reduzir em três quartos a taxa de mortalidade materna
Mais de 500.000 mulheres morrem, por ano, durante a gravidez ou o parto, e 99% destas mortes ocorrem em países em vias de desenvolvimento.

Combater o VIH/SIDA, a malária e outras doenças
1 milhão de pessoas morre por ano de malária e mais 2 milhões depessoas morrem de tuberculose. Estima-se que entre 34 a 46 milhões de pessoas vivem com SIDA/HIV e entre 2,5 e 3,5 milhões de pessoas morreram de SIDA em 2003.

Garantir a sustentabilidade ambiental
2 mil milhões de pessoas no mundo não têm acesso a fontes de energia regulares. 1000 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a água potável. 2,4 mil milhões de pessoas no mundo não podem contar com a melhoria do seu sistema sanitário.

Criar uma parceria mundial para o desenvolvimento
15% da população mundial vive nos países ricos, embora sejam responsáveis por 50% das emissões de carbono no mundo e 20% da população mundial consome 80% dos recursos do nosso planeta. Nos próximos 25 anos a população mundial vai aumentar de 6 para 8 mil milhões de habitantes, mas a maioria vai nascer nos países mais pobres. Muitos países pobres gastam mais com os juros da dívida externa do que com a resolução dos seus problemas sociais.


Passaram-se cinco anos e os líderes políticos continuam a não cumprir as suas promessas. Por isso, sob o lema “Pobreza Zero”, a campanha apela à sociedade para que se mobilize, actue e pressione os líderes políticos, e exija, como primeiro passo para a erradicação da pobreza, o cumprimento dos ODM.

A cada 3 segundos 1 criança morre devido a condições de pobreza extrema.

Este spot publicitário é feito por artistas Portugueses, a voz de Diogo Infante, Jay (Da Weasel), Pack (Da Weasel). Afinal também se fazem coisas boas em Português.

Pobreza zero
Vídeo enviado por tuga

terça-feira, março 28, 2006

1º Amor...

Não sei se este documento é verdadeiro ou não, mas chegou-me por e-mail já há uns dias e não resisto, agora que chegou a Primavera de partilhá-lo convosco.
Não sabendo se é verdadeiro ou não é bem possível que alguém se tenha lembrado de dar as boas vindas à Primavera desta forma.
Dedico este post aos 1ºs amores de toda a gente, pois como dizem: "Não há amor como o primeiro".

Música de Carlos Paião - Cinderela

Powered by Castpost

Do Conselho Executivo de uma escola no MARCO DE CANAVEZES

Com a Primavera surge uma temperatura amena, uma luminosidade intensa, despertam as plantas, folhas e florzinhas, os insectos, as formigas, as abelhinhas, toda a natureza se alegra. Neste contexto natural, nos jovens e adolescentes despertam também amizades, amores e paixões que os levam a comportamentos teatrais, hollyoodescos, alguns de pura alegria da juventude mas outros, por excessivos ultrapassam os limites de decoro.
Por tudo isto aconselho todos os alunos atingidos pelo Cupido, sofrendo de paixão fulminante que, por respeito a si próprio, pelo outro, e por todos nós, que evitem ultrapassar a fronteira do pudor e do decoro, mesmo do Regulamento Interno. Peço a todos Brad Pits e Angelinas Jolies que evitem manifestações de amor demasiado cinematográficos, perante as multidões, comportamento somente aceitáveis na paz do Senhor.

Marco de Canaveses, 13 de Fevereiro de 2006

Tão bom que é (ou era!...) pois agora nada é como antigamente, mas eu ainda sou do tempo... em que só a troca de olhares, o toque na mão , o cruzar na rua, o ver jogar, o ser vista a jogar, era tão bom, era puro, inocente, verdadeiro, único. Agora não sei se têm essas sensações, pois é tudo "prá frentex", rápido, pouco duradouro e partilhado com toda a gente. Que bom que é poder recordar esses tempos tão nossos. Como diz esta música do saudoso Carlos Paião que é tão verdadeira e que me faz recordar o meu 1º amor. Espero que vos faça lembrar também o vosso .


CINDERELA - CARLOS PAIÃO

Eles são duas crianças
a viver esperanças, a saber sorrir.
Ela tem cabelos louros,
ele tem tesouros para repartir.
Numa outra brincadeira
passam mesmo à beira sempre sem falar.
Uns olhares envergonhados
e são namorados sem ninguém pensar.
Foram juntos outro dia,
como por magia, no autocarro, em pé.
Ele lá lhe disse, a medo:
'O meu nome é Pedro e o teu qual é?'
Ela corou um pouquinho
e respondeu baixinho: 'Sou a cinderela'.
Quando a noite o envolveu
ele adormeceu e sonhou com ela...

Então
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer
vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.

Cinderela das histórias
a avivar memórias, a deixar mistério
Já o fez andar na lua,
no meio da rua e a chover a sério.
Ela, quando lá o viu,
encharcado e frio, quase o abraçou.
Com a cara assim molhada
ninguém deu por nada, ele até chorou...

Então ...

E agora, nos recreios,
dão os seus passeios, fazem muitos planos.
E dividem a merenda,
tal como uma prenda que se dá nos anos.
E, num desses momentos,
houve sentimentos a falar por si.
Ele pegou na mão dela:
'Sabes Cinderela, eu gosto de ti...'

segunda-feira, março 27, 2006

25/03/06 - Nazaré

Marrabentas - Mix

Powered by Castpost

Cliquem no play, esperem que a música carregue e depois têm direito a 15 minutos de Marrabentas, "Maningue Xunguila".

A PatusKada foi boa comida,excelente companhia, divertida, bem disposta, de en(cantar), gente boa. Adorei, adorei, adorei. Temos que fazer mais e mais dias.
Ficam aqui alguns momentos deste sábado bem passado.
Os brindes aos que não puderam vir. Sempre lembrados. Nunca
esquecidos. A Nazarenas típicas. O Passeio de parapente de onde tirámos estas fotos da praia... tudo impecável, o jantar feito pelo "Xicuembo" (Gil), a cantoria dirigida pelo "Bona Música" (Pamina e Viktor), a divertida Chuinga (IO), a Ni uma anfitriã de mão cheia, tudo para repetir quando os dias forem maiores e o tempo estiver melhor. Obrigado a todos pela vossa presença , e aos ausentes , não percam os próximos, sentimos a vossa falta ao longo do longo dia.

Os brindes à Ana, Mitsou, Madalena ...


A típica mulher das sete saias


Vista da praia da Nazaré tirada do Parapente...


Porto de Abrigo visto do Parapente...


Numa viragem do vento quase a cair nas rochas...

No Sítio a comprar tramoços e minguins


Mangusso e Mufanita na sala de fumo


A sesta da Chuinga


Gil (Xicuembo), Pamina (Bonamusica), Io (Chuinga), Gilda, Ana, Viktor(Bonamusica), Lena.
Gente boa, sã, simpática,generosa e prestável.


As meninas cantadeiras na aula de música

Mais uma cantiguinha...

E elas dançaram...

E todos levaram uma recordação para casa... menos o Mangusso que se esqueçeu da Pitinha no restaurante.

Para verem e saberem mais voem até ao de Dingle a Amalfi

domingo, março 26, 2006

100 anos

Hoje comemora-se o centenário do Escutismo. No fim de semana de 25 e 26 de Março decorrem os festejos com uma peregrinação a Fátima.
O Pai dos escuteiros , assim chamado, foi Baden Powell, mais conhecido entre os escuteiros por BP.
Robert Stephnson Smith Baden Powell, nasceu em Londres, a 22 de Fevereiro de 1857 e foi o quinto dos sete filhos do casal Baden Powell.
Seu pai, Reverendo H.G. Baden Powell era pastor da igreja anglicana, sua mãe, Henriqueta Smith era filha do Almirante Wiliam Smith. O pequeno BP conhecido entre os familiares e amigos por Ste, era uma criança magra, nervosa, rosto miúdo, inteligente e esperto.

O pai morreu quando BP tinha ainda 3 anos, ficando a sua mãe com sete filhos para criar: o mais velho com 12 anos e o mais novo somente com um mês de vida…
…faleceu a 8 de Janeiro de 1941 – pouco mais de um mês antes de completar 84 anos. [Ler +]



O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português - nasceu em Braga a 27 de Maio de 1923. Foram seus fundadores o Arcebispo D. Manuel Vieira de Matos e Dr. Avelino Gonçalves, que em Roma mantiveram os primeiros contactos com o Movimento, quando ali assistiram, em 1922, a um desfile de 20.000 Escutas, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional que esse ano se realizou na Cidade Eterna.

Tendo os meus filhos pertencendo ao escuteiros , quando ainda eram garotos, achei que devia hoje lembrar a todos que, apesar de algumas contradições que encontrei enquanto eles fizeram parte desse grupo, penso que lhes fez bem o companheirismo, algumas actividades desenvolvidas nos acampamentos e as tardes de sábado em que depois da catequese se reuniam para partilharem ideias, culturas e construir amizades.

Hoje a música é aqui.


Da melhor vontade - LOBITOS
Desafio, Compromisso e Vivência - PIONEIROS
Sempre alerta - EXPLORADORES
Homens novos em Caminho - CAMINHEIROS


Lei do Escuta

1. A Honra do Escuta inspira confiança.
2. O Escuta é Leal.
3. O Escuta é útil e pratica diariamente uma boa acção.
4. O Escuta é amigo de todos e irmão de todos os outros Escutas.
5. O Escuta é delicado e respeitador.
6. O Escuta protege as plantas e os animais.
7. O Escuta é obediente.
8. O Escuta tem sempre boa disposição de espírito.
9. O Escuta é sóbrio, económico e respeitador do bem alheio.
10. O Escuta é puro nos pensamentos, nas palavras e nas acções.

Princípios do CNE

1. O Escuta orgulha-se da sua Fé e por ela orienta toda a sua vida.
2. O Escuta é filho de Portugal e bom cidadão.
3. O dever do Escuta começa em casa.

Promessa

Prometo, pela minha honra e com a graça de Deus, fazer todo o possível por:

* Cumprir os meus deveres para com Deus, a Igreja e a Pátria;
* Auxiliar o meu semelhante em todas as circunstâncias;
* Obedecer à Lei do Escuta;

Os escuteiros estão organizados por secções conforme as faixas etárias. Assim:


I Secção:

* os elementos são denomidados Lobitos (dos 6 aos 10 anos);
* os Lobitos estão divididos em Bandos de 5 a 7 elementos;
* denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos;
* cada Alcateia tem de dois a cinco Bandos;
* cada um dos Bandos designa-se e distingue-se por uma das seguintes cores, escolhida pelos respectivos Lobitos e que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola de Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
* o patrono da I Secção é São Francisco de Assis;
* a cor representativa desta secção é o Amarelo;

II Secção:

* os elementos são denomidados Exploradores ( dos 10 aos 14 anos);
* os Exploradores estão divididos em Patrulhas de 4 a 8 elementos;
* denomina-se Grupo Explorador a Unidade formada pelas Patrulhas de Exploradores;
* cada Grupo tem de duas a cinco Patrulhas;
* cada Patrulha designa-se pelo nome de um animal, o Totem, cuja silhueta figura na bandeirola da Patrulha e cujas cores do distintivo distinguem os seus membros;
* o patrono da II Secção é São Jorge;
* a cor representativa desta secção é o Verde;

III Secção:

* os elementos são denomidados Pioneiros ( dos 14 aos 18 anos);
* os Pioneiros estão divididos em Equipas de 4 a 8 elementos;
* denomina-se Grupo Pioneiro a Unidade formada pelas Equipas de Pioneiros;
* cada Grupo tem de duas a cinco Equipas;
* cada Equipa designa-se por um nome de um animal, o Totem, ou um Santo da Igreja, ou um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipa;
* o patrono da III Secção é São João de Brito;
* a cor representativa desta secção é o Azul;

IV Secção:

* os elementos são denominados Caminheiros ( a partir dos 18 anos);
* os Caminheiros estão divididos em Equipas de 5 a 8 elementos;
* denomina-se Clã a Unidade formada pelas Equipas de Caminheiros;
* cada Clã tem de duas a cinco Equipas;
* cada Equipa escolhe para Patrono um Santo da Igreja, Benemérito da Humanidade ou Herói Nacional, cuja vida os Caminheiros devem conhecer e tomar como modelo de acção;
* o patrono da IV Secção é São Paulo;
* a cor representativa desta secção é o Vermelho;

sábado, março 25, 2006

A importância da Água

Música de Rodrigo Leão - António

Powered by Castpost

Clique no play, ouça esta linda música e leia esta lindíssima estória, pense, medite e mude de atitude.

BOM FIM DE SEMANA

A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA

Ano 2070.
Acabo de completar 50 anos, mas a minha aparência é de alguém com 85.
Tenho sérios problemas renais porque bebo muito pouca água. Creio que me resta pouco tempo. Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade.
Recordo quando tinha 5 anos. Tudo era muito diferente. Havia muitas árvores nos parques, as casas tinham bonitos jardins e eu podia disfrutar de um banho de chuveiro com cerca de uma hora.
Agora usamos toalhas de azeite mineral para limpar a pele. Antes, todas as mulheres mostravam as suas formosas cabeleiras. Agora, devemos rapar a cabeça para a manter limpa sem água. Antes, o meu pai lavava o carro com a água que saía de uma mangueira. Hoje, os meninos não acreditam que a água se utilizava dessa forma. Recordo que havia muitos anuncios que diziam CUIDA DA ÁGUA, só que ninguém lhes ligava - pensávamos que a água jamais podia acabar.
Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mantos acuíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados. Antes, a quantidade de água indicada como ideal para beber eram oito copos por dia por pessoa adulta.
Hoje só posso beber meio copo. A roupa é descartável, o que aumenta grandemente a quantidade de lixo e tivémos que voltar a usar os poços sépticos (fossas) como no século passado já que as redes de esgotos não se usam por falta de àgua.
A aparência da população é horrorosa; corpos desfalecidos, enrugados pela desidratação, cheios de chagas na pele provocadas pelos raios ultravioletas que já não tem a capa de ozono que os filtrava na atmosfera. Imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados. As infecções gastrointestinais, as enfermidades da pele e das vias urinárias são as principais causas de morte.
A industria está paralizada e o desemprego é dramático. As fábricas dessalinizadoras são a principal fonte de emprego e pagam-nos em água potável o salário.
Os assaltos por um bidão de água são comuns nas ruas desertas. A comida é 80% sintética. Pela ressequidade da pele, uma jovem de 20 anos está como se tivesse 40. Os cientistas investigam, mas não parece haver solução possível. Não se pode fabricar água, o oxigénio também está degradado por falta de árvores e isso ajuda a diminuir o coeficiente intelectual das novas gerações.
Alterou-se também a morfologia dos espermatozóides de muitos indivíduos e como consequência há muitos meninos com insuficiências, mutações e deformações.
O governo cobra-nos pelo ar que respiramos (137 m3 por dia por habitante adulto).
As pessoas que não podem pagar são retiradas das "zonas ventiladas".
Estas estão dotadas de gigantescos pulmões mecanicos que funcionam a energia solar. Embora não sendo de boa qualidade, pode-se respirar. A idade média é de 35 anos.
Em alguns países existem manchas de vegetação normalmente perto de um rio, que é fortemente vigiado pelo exército. A água tornou-se num tesouro muito cobiçado - mais do que o ouro ou os diamantes. Aqui não há árvores, porque quase nunca chove e quando se regista precipitação, é de chuva ácida. As estações do ano tem sido severamente alteradas pelos testes atómicos.
Advertiam-nos que devíamos cuidar do meio ambiente e ninguém fez caso.
Quando a minha filha me pede que lhe fale de quando era jovem descrevo o bonito que eram os bosques, falo-lhe da chuva, das flores, do agradável que era tomar banho e poder pescar nos rios e barragens, beber toda a água que quisesse, o saudável que era a gente, ela pergunta-me:
Papá! Porque se acabou a água?
Então, sinto um nó na garganta; não deixo de me sentir culpado, porque pertenço à geração que foi destruindo o meio ambiente ou simplesmente não levámos em conta tantos avisos. Agora os nossos filhos pagam um preço alto e sinceramente creio que a vida na terra já não será possível dentro de muito pouco tempo porque a destruição do meio ambiente chegou a um ponto irreversivel.
Como gostaria voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendesse isto, quando ainda podiamos fazer algo para salvar o nosso planeta terra!

Documento extraído da revista biográfica "Crónicas de los Tiempos" de Abril de 2002.

Dedico este "post" à Madalena pela sua "nossa" preocupação pela água.

As imagens são do Rio Alcoa

sexta-feira, março 24, 2006

PatusKada, aí está ela!

Eles vêm aí!!!!!!!!

E quem não quiser vir pelo menos que tome um cafézinho connosco mesmo aqui, vá lá! No fim da animação clique em APRI.

Música típica da PatusKada

Powered by Castpost

Disturbios Alimentares

Na 4ª feira na minha escola fui assistir com os alunos da minha direcção de turma (6º ano) a uma sessão sobre nutrição, dinamizada pelos Professores do 4ª grupo (agora 230) da disciplina de Ciências da Natureza.

A rapariga que foi dar a sessão é Nutricionista. Utilizando as novas tecnologias, simplesmente levava uma “pen” com o trabalho todo a apresentar. A escola forneceu-lhe o computador portátil e o “data-show” para poder projectar o trabalho. Quase todo continha imagens, devido às idades dos alunos é muito mais motivante quando tem “bonecos” e levava , a meu ver, bem organizado. A moça também diga –se de passagem tinha jeito para a miudagem e uma paciência de Jó.

Isto porque os conteúdos que estão a dar na disciplina de CN – como eles dizem – é sobre esse tema.

Música de Depeche Mode - Precious

Powered by Castpost

Ora comecemos pela famosa “Roda dos alimentos”. Eu desde que dou aulas e desde que acompanho os meus dois flhos nos estudos já conheci 3 ou 4 rodas dos alimentos e até uma Pirâmide. A nova, a mais recente tem 7 fatias e ao meio um círculo com a água (inovação). As fatias tem a ver com a proporção dos vários alimentos que devemos ingerir. Assim os mais pequenos dizem respeito às gorduras, azeite , manteiga e outros e depois à carne e ao peixe, a maior é para os legumes, frutas e arroz, batatas , massas e etc.

Depois de se falar e uma alimentação equilibrada, falou-se em Anorexia e Bulimia.

Estas duas doenças que afecta tantas raparigas adolescentes e agora começam a ser descoberta também em rapazes e em jovens de 9/10 anos.
Eu conheço um caso de uma miúda que com 16/17 anos , inteligente – pois ainda por cima dizem os entendidos que a maioria das pessoas afectadas por esta doença são inteligentes. Filha de pessoas cultas, bem formadas , um deles médico. Estas doenças não escolhem meios sociais. Quase sempre as pessoas com Anorexia não gostam do seu corpo, acham que ninguém gosta dela, acham-se gordas, apesar de estarem magras, quando se vêm ao espelho a imagem que vêm de si próprias é de um ser gordo apesar de estarem magras, deixam de comer aos poucos e praticam desporto em demasia para queimarem as calorias que acham que ingerem em excesso.
Isolam-se cada vez mais, evitam tomar refeições com a família para não serem chamadas à atenção.
As modelos de hoje que desfilam pelas passerelles da moda são todas magras, a moda destes tempos modernos é ser magra, elas procuram a perfeição e essa perfeição é ser magro.
Depois existe a Bulimia. Uma consequência da Anorexia. A Bulimia difere da primeira somente porque neste estado as pessoas comem mais do que podem e devem e logo depois vão vomitar, não dando tempo que os alimentos sejam absorvidos pelo organismo. Neste caso agrava-se o problema dos dentes estragados, uma vez que como sabem o nosso estômago segrega um ácido e quando se vomita esse ácido estraga os dentes.

Sem vos querer maçar mais pois penso que hoje em dia todos estamos informados sobre estes males deste novo século, deixo-vos aqui um link para uma página de uma pessoa Anóretica que diz que não é uma doença é um estilo de vida e incentiva a Anorexia.

Se quiserem saber mais basta pesquisarem no Google sobre Anorexia e Bulimia.

Para pesquisarem blogs e páginas de pessoas com estas doenças pesquisem no Google com o título “Pro Ana”, para Anorexia e “Pro Mia” para Bulimia.

quarta-feira, março 22, 2006

Cinema Moçambicano

Depois de uma noite triste e de azar. Depois de um dia de sorte para o Baía (brrr, até me custa escrever este nome...). Aqui vai para animar a malta , porque tristezas não pagam dívidas(nem as alegrias...) , sejam de cá ou de lá cantem e dancem ao som desta Marrabenta . Se por acaso virem a Prima-Vera por aí digam-lhe que estou à espera dela já vai para 2 dias.


Recebi isto por mail e não resisti. Terão que ler com sotaque para sentirem a força destes títulos.
Para que ninguém se sinta ofendido, ficam já a saber que vim de Moçambique e o humor nunca fez mal a ninguém. Aqui fica uma “Marrabenta” – dança e música típica de Moçambique.

Marrabenta - Elisa gomara a saia

Powered by Castpost

1 - Um homem bebeu um Tang laranja e atirou-se de cima da Torre Eiffel.
P: Qual é o filme?
R: O ultimo Tang em Paris.
**********************************************************
2 - Um casal foi ao cinema com uma caixa de preservativos.
P: Qual e o filme?
R: Evita
**********************************************************
3 - Um grupo de dez indivíduos de raça negra está a ver um filme no cinema
enquanto mastigam pastilha elástica, com sabor a menta. De repente, levantam-se todos e ao mesmo tempo atiram a pastilha contra o ecrã.
P: Qual é o filme?
R: Os dez manda menta.
**********************************************************
4 - Um indivíduo esta sozinho no meio de um campo de milho, armado até aos dentes.
P: Qual é o filme?
R: Cereal Killer.
**********************************************************
5 - Um indivíduo de raça negra entra num bar e pede um copo de vinho tinto.
Bebe-o todo de uma vez e cai morto no chão.
P: Qual e o filme?
R: Os tinto fatal.
**********************************************************
6 - Estava a São a ouvir musica nas alturas com o seu radiozinho portátil,às 4h da manha. O marido pede-lhe para ela baixar o volume, mas ela nada!
Então, o marido levanta-se e enfia-lhe o rádio pelo cu acima.
P: Qual e o filme?
R: Musica no Cu da São.
**********************************************************
7 - Um indivíduo entra num bar, pede uma cerveja. Bebe a cerveja, esconde o copo no bolso e vai-se embora.
P: Qual e o filme?
R: Roub'o Copo.
**********************************************************
8 - Uma senhora brasileira tinha um gato chamado Tido! O Tido dormia todas as noites num cesto que a dona lhe tinha comprado. Um dia de manhã a senhora
foi dar o pequeno-almoço ao gato mas ele não estava no cesto!
P: Qual e o filme?
R: O cesto sem Tido.
**********************************************************
9 - Um homem e uma mulher, ambos sem os dois braços, decidiram casar.
Algum tempo depois, tiveram um filho.
P: Qual e o filme?
R: Ninguém segura este bebé.
***********************************************************
10 - O filho e o pai despediram-se rapidamente.
P: Qual e o filme?
R: Tchau pai, tchau filho.
**********************************************************
11 - Era uma vez uma pequena menina chamada Marina que, para fugir da rotina
foi para quinta do seus pais, resolveu pegar no seu lindo pónei e ir passear para os campos silvestres. De repente, apareceu uma terrível manada de milhares de éguas em corrida e atropelou a menina.
P: Qual e o filme?
R: Vinte mil éguas sobre Marina.
**********************************************************
12 - Uma mulher estava em casa a ver televisão. De repente deu-lhe um ataque de histerismo e atirou-se da janela, caiu de cu e morreu!
P: Qual e o filme?
R: A cusada de morte.
**********************************************************
13 - O sujeito vai ao supermercado e sai com uma alface escondida no saco.
P: Qual e o filme?
R: Alface oculta.
**********************************************************
14 - Um sapato de ténis afunda no meio do mar.
P: Qual e o filme?
R: Titanike.

terça-feira, março 21, 2006

O primeiro de Cavaco

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, promulgou hoje o decreto-lei que alinha o Ensino Superior português com o Processo de Bolonha, aprovando o primeiro diploma desde que tomou posse a 09 de Março.
Música de Beethoven 's 5th - por Yngwie Malmsteen

Powered by Castpost
(Sei que o hino adoptado pela UE é a 9th - Hino da Alegria e não a 5th mas gosto muito desta e prontos.)
O decreto-lei que prevê o alinhamento dos estabelecimentos de Ensino Superior portugueses ao Processo de Bolonha no ano lectivo de 2007/2008 (antes do prazo limite de 2010 previsto pela União Europeia) foi aprovado no início de Fevereiro, em Conselho de Ministros.
Isto para uma harmonização na União Europeia neste sector e o diploma diz que vai contribuir para que os estudantes tenham acesso mais fácil ao emprego (duvido), à mobilidade (esperemos que sim) e competividade (será?)
Mas o que é o "Processo de Bolonha"?
É a nova organização, do Ensino Superior que passa a estar assente em apenas três ciclos de estudos, correspondentes aos graus de licenciatura (com a duração de três ou quatro anos), mestrado (com a duração de um ou dois anos) e doutoramento.

Os objectivos definidos na Declaração de Bolonha, confirmados em Praga, em 2001 e em Berlim, em 2003, preconizam a adopção de uma estrutura de graus baseada essencialmente em dois ciclos, que assumirão perfis e orientações diferentes, de acordo com objectivos individuais e académicos e em função do exercício profissional e da empregabilidade.

As Universidades públicas deverão entregar os projectos de reformulação dos cursos até 31 de Março, fim do prazo pra que já possa arrancar no próximo ano lectivo.
Ainda assim são revelados alguns riscos neste processo. [ ler + ]
Se quiser ler o Processo de Bolonha pode ver aqui, está em pdf e precisa ter o Acrobat Reader instalado no seu computador. Pode fazer o download aqui.

O que isto não explica e ainda não ouvi ninguém falar é dos alunos que não estão abrangidos por este Processo, isto é, os alunos que entraram neste ano lectivo (2005/2006) para as várias Universidades e cursos que estão neste momento a tirar e são de 5 anos para obter a Licenciatura. Esperemos que como bons Portugueses não entreguem fora do prazo estipulado as alterações aos vários cursos.
Para ler este Processo todo e ter acesso a outros Documentos do Processo de Bolonha entre no Portal do Governo.

Na minha modesta opinião acho que quantidade nunca foi sinónimo de qualidade, mas também no meu tempo de estudante, havia os Bacharéis, os Licenciados e depois raramente se encontrava um Mestrado ou Doutorado. Aliás poucos eram os que tinham acesso a esses títulos. De há uns tempos para cá desapareceram os Bacharéis, tudo é Licenciado, a maioria tira Mestrados e Doutoramentos. Será que vale para alguma coisa? Não será um pouco a banalização de uns graus de estudos que depois não servem para nada?
Sempre ouvi dizer que quem muito marra , pouco aprende, ou quem sabe muita teoria , chega à prática e espalha-se, que quem tirava 20 e 19 em Medicina não era bom médico. Hoje todos os médicos para entrarem em medicina tiveram que ter 19 e 20 senão íam para fisioterapia e enfermagem. Pois ainda bem , mais vale ser um bom enfermeiro que um mau médico.
Mas nunca mais me esqueço destas frases ditas por CONFÚCIO

Diz-me e eu esquecerei
Mostra-me e eu lembrar-me-ei
Deixa-me fazer e eu aprenderei

Rafael Bordalo Pinheiro

Comemora-se hoje os 160 anos da data do seu nascimento.

Música de Adiafa - As meninas da Ribeira do Sado

Powered by Castpost

A música é Portuguesa e com é erreverente como o homenageado, espero que gostem.
Raphael Augusto Bordallo Prestes Pinheiro nasceu a 21 de Março de 1846.
Apaixonado pelo lado boémio da vida lisboeta e avesso a qualquer disciplina, matriculou-se sucessivamente na Academia de Belas-Artes (desenho de arquitectura civil, desenho antigo e modelo vivo), no Curso Superior de Letras e na Escola de Arte Dramática, para logo de seguida desistir. Estreia-se como actor no Teatro Garrett e no luxuoso Theatro Thalia na costa do Castelo.
Está também intimamente ligado à caricatura portuguesa, à qual deu um grande impulso, imprimindo-lhe um estilo próprio levando a uma visibilidade nunca antes atingida.
Autor da figura popular Zé Povinho que se veio a tornar num símbolo do povo português.
O Zé Povinho continua ainda hoje a ser retratado e utilizado por diversos caricaturadores para revelar de uma forma humorística os podres da sociedade.
Dotado de um grande sentido de humor mas também de uma crítica social bastante apurada e sempre em cima do acontecimento, caricaturou todas as personalidades de relevo da política, da Igreja e da cultura da sociedade portuguesa. Apesar da crítica demolidora de muitos dos seus desenhos, as suas características pessoais e artísticas cedo conquistaram a admiração e o respeito público que tiveram expressão notória num grande jantar em sua homenagem realizado na sala do Teatro Nacional D. Maria II, em 6 de Junho de 1903 que, de forma inédita, congregou à mesma mesa praticamente todas as figuras que o artista tinha caricaturado.
Após a constituição da fábrica de faiança das Caldas da Rainha, Rafael Bordalo Pinheiro dedica-se à produção de peças de cerâmica que, nas suas mãos, rapidamente, adquiriram um cunho original.

E como hoje é o dia Mundial da Poesia, deixo-vos aqui uma "puzia" que anda aí pela net da qual desconheço o autor, mas que gostava de partilhar convosco:


Se o Mário Mata,

a Florbela Espanca,

o Armando Gama

e o Jorge Palma,

o que é que a Rosa Lobato Faria?

segunda-feira, março 20, 2006

Crianças desaparecidas

Em média, todos os anos são «subtraídas» 150 crianças em Portugal. Menores que são retirados do seio da família e que, na maior parte dos casos, reflectem desavenças conjugais. Já os raptos e sequestros atingem, em média, mais de 400 portugueses por ano.

Música de Susana Félix - Flutuo

Powered by Castpost

Nestes números, retirados das estatísticas oficiais da Justiça, estão também incluídos os casos de crianças que nunca mais voltam a aparecer. A bebé de Penafiel desapareceu há um mês e ameaça ser mais um caso sem solução.
De 1998 até 2003 a PSP, a GNR e a Polícia Judiciária registaram mais de 2400 raptos e sequestros, um número que reflecte também os casos de crianças retiradas aos pais que detêm a tutela, ou casos em que a tutela ainda não está determinada pelo tribunal, segundo explicação de fonte policial ao PortugalDiário.
Os números que revelam, em concreto, os casos de bebés sequestrados das maternidades estão, deste modo, encobertos pela classificação estatística criminal.
O caso da bebé de Penafiel ocorreu há um mês e veio relembrar a falta de segurança nas maternidades já detectada em Setembro de 2005, num relatório da Inspecção-Geral de Saúde (IGS).
No documento, a IGS constata que «23 unidades de saúde com serviços de neonatologia garantem, em princípio, as condições mínimas de segurança», enquanto a maioria das unidades de saúde com serviços de obstetrícia/ginecologia «não forneceu informação sobre circuitos e barreiras arquitectónicas eventualmente existentes», que «permita avaliar com rigor as referidas condições».
Com ou sem segurança, a recém-nascida com apenas cinco dias desapareceu do berçário na unidade hospitalar Padre Américo. Faz esta sexta-feira um mês. A investigação está a cargo da Polícia Judiciária que, contactada pelo PortugalDiário, recusou prestar declarações sobre o andamento do processo, alegando «não ser oportuno» e que o caso está em segredo de justiça, apesar do alarme social que o desaparecimento provocou.
Num filme de nome "Alice" de um português retrata-se a estória de uma família cuja filha desaparece e torna a vida destes Pais num frenesim.


Sinopse do filme “Alice” - de Marco Martins
Passaram 193 dias desde que Alice foi vista pela última vez. Todos os dias Mário, o seu pai, sai de casa e repete o mesmo percurso que fez no dia em que Alice desapareceu. A obsessão de a encontrar leva-o a instalar uma série de câmaras de vídeo que registam o movimento das ruas. No meio de todos aqueles rostos, daquela multidão anónima, Mário procura uma pista, uma ajuda, um sinal... A dor brutal causada pela ausência de Alice transformou Mário numa pessoa diferente mas essa procura obstinada e trágica, é talvez a única forma que ele tem para continuar a acreditar que um dia Alice vai aparecer.
Este filme acabou de ganhar mais um prémio. [Ler +]
O filme, que já tinha ganho o Prémio Regards Jeunes da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, é dedicado a Filomena Teixeira, mãe de Rui Pedro, o rapaz desaparecido desde 1998 quando tinha onze anos.

Já aqui há uns tempos falei das crianças desaparecidas e de um site que divulga as fotos de algumas crianças que desapareceram e que passados alguns anos ainda nada se sabe delas. Um desses casos é o do conhecido Rui Pedo. O desespero daquela Mãe em busca do seu filho que acredita que está vivo.
Segue qualquer pista que lhe seja dada, num desespero, num sofrimento sem explicação.
Aqui podem saber da estória do Rui Pereira que desapareceu à 6 anos.
Existem uma data de linhas de apoio, só espero que sejam mais eficazes que as da APAV [ler aqui] porque me faz muita impressão, como cidadã, como Mãe, como mulher, que uma criança indefesa seja maltratada, raptada , seja por quem fôr (Pai, Mãe, outra pessoa) e que nunca mais se saiba dela. Não consigo imaginar o sofrimento/desespero de uma Mãe ou de um Pai numa situação destas.

CONSELHOS PARA GENTE MIÚDA
  1. Não andes sozinho pelas ruas desertas ou descampados, mesmo que seja perto de casa.
  2. Não uses objectos valiosos e recusa-te a entrar em automóveis de desconhecidos.
  3. Escolhe bem os teus amigos.
  4. Se estiveres em casa sozinho, nunca digas a desconhecidos que não está mais ninguém em casa.
  5. Não abras a porta, a não ser que seja de absoluta confiança.
  6. Diz sempre aos teus pais ou a quem estiver contigo para onde e com quem vais brincar.
  7. Se te encontrares em dificuldades telefona ao 112 e, se puderes, dirige-te à esquadra mais próxima.
  8. Se fores agarrado grita o mais alto que puderes e tenta fugir.
  9. Comunica aos teus pais, à polícia ou professores qualquer anomalia de que tenhas conhecimento.
  10. Se te perderes dos teus pais, não te distancies do lugar; será mais fácil a tua localização.
  11. Procura decorar a tua morada e telefone, mas não forneças os dados a qualquer pessoa.
Cláudia. Rui Pedro. João. Sofia. Os nomes sucedem-se. O rasto destas crianças, algumas já adolescentes, perdeu-se com o passar dos anos. Desapareceu. Para trás deixaram a esperança de que um dia apareçam com vida, em qualquer parte do mundo. Uma esperança que os seus familiares carregam penosamente.

AJUDE
ESTEJA ATENTO
INFORME
COLABORE