terça-feira, março 21, 2006

Rafael Bordalo Pinheiro

Comemora-se hoje os 160 anos da data do seu nascimento.

Música de Adiafa - As meninas da Ribeira do Sado

Powered by Castpost

A música é Portuguesa e com é erreverente como o homenageado, espero que gostem.
Raphael Augusto Bordallo Prestes Pinheiro nasceu a 21 de Março de 1846.
Apaixonado pelo lado boémio da vida lisboeta e avesso a qualquer disciplina, matriculou-se sucessivamente na Academia de Belas-Artes (desenho de arquitectura civil, desenho antigo e modelo vivo), no Curso Superior de Letras e na Escola de Arte Dramática, para logo de seguida desistir. Estreia-se como actor no Teatro Garrett e no luxuoso Theatro Thalia na costa do Castelo.
Está também intimamente ligado à caricatura portuguesa, à qual deu um grande impulso, imprimindo-lhe um estilo próprio levando a uma visibilidade nunca antes atingida.
Autor da figura popular Zé Povinho que se veio a tornar num símbolo do povo português.
O Zé Povinho continua ainda hoje a ser retratado e utilizado por diversos caricaturadores para revelar de uma forma humorística os podres da sociedade.
Dotado de um grande sentido de humor mas também de uma crítica social bastante apurada e sempre em cima do acontecimento, caricaturou todas as personalidades de relevo da política, da Igreja e da cultura da sociedade portuguesa. Apesar da crítica demolidora de muitos dos seus desenhos, as suas características pessoais e artísticas cedo conquistaram a admiração e o respeito público que tiveram expressão notória num grande jantar em sua homenagem realizado na sala do Teatro Nacional D. Maria II, em 6 de Junho de 1903 que, de forma inédita, congregou à mesma mesa praticamente todas as figuras que o artista tinha caricaturado.
Após a constituição da fábrica de faiança das Caldas da Rainha, Rafael Bordalo Pinheiro dedica-se à produção de peças de cerâmica que, nas suas mãos, rapidamente, adquiriram um cunho original.

E como hoje é o dia Mundial da Poesia, deixo-vos aqui uma "puzia" que anda aí pela net da qual desconheço o autor, mas que gostava de partilhar convosco:


Se o Mário Mata,

a Florbela Espanca,

o Armando Gama

e o Jorge Palma,

o que é que a Rosa Lobato Faria?

<"De sua justiça">

9 Comments:

At 3:46 da tarde, Blogger a lice said...

Fizeste bem em recordar que hoje é dia da POESIA!
Ou não tivessemos nós, portugueses, tantos e tão bons poetas!:)

Beijinhos.

 
At 4:12 da tarde, Blogger xá-das-5 said...

Talvez a Zita Seabra para o António Peres Metello...

 
At 5:35 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

Ahahah!!! Para a "puzia".....
Belas recordações a do Dia Mundia da Poesia e a do Bordalo Pinheiro.
Eu que vivi vários anos nas Caldas da Raínha posso testemunhar a influência da sua obra na cerâmica da terra!bordalo foi o percursor de muito do humorismo típicamente lusitano...e Zé Povinho..uma figura imortal!

Beijinhos

 
At 9:48 da tarde, Anonymous IO said...

eu cá comemorei-o logo no dia da tomada de posse do 'outro', que tb foi em Março... e já só faltam 4 dias para o nosso 25!!, beijo, IO.

 
At 10:30 da tarde, Blogger Madalena said...

E que puzia esta. Beijinhos Teté, em verde do Sporting e da árvore do dia. Com tanta puzia estou baralhada!!!!!

 
At 11:55 da tarde, Blogger Daniela Mann said...

Como caldense de gema, adorei o seu post! Mas o "puzia" do fim, está mesmo bem pensado!
Beijinhos da sua amiga,
Daniela

 
At 11:56 da tarde, Blogger planaltobie said...

Olha quem nasceu em 21 de Março...
Já não me esqueço!

 
At 10:17 da manhã, Blogger amigona said...

Bela "puzia"!!! Gostei...

 
At 10:25 da manhã, Blogger Pitucha said...

Olá Teresa
Aprendi e ri! Post conseguido.
Beijos

 

Enviar um comentário

<< Home