quarta-feira, abril 05, 2006

Entre o Alcoa e o Baça

Aqui vai como prometido coisas boas deste lado do Alcoa e Baça. Além da qualidade de vida por ser uma cidade pequena, em 5 minutos chegamos onde é preciso, para criar os filhotes, estamos sempre por perto, as casas são mais baratas que noutra cidade, come-se bem, enfim, vive-se bem... até os filotes começarem a bater as asas e voarem para outra cidade porque aqui não há Universidades.
Terra de paixão, como é conhecida era constituída para além do Mosteiro, e de muitas igrejinhas, algumas lindíssimas, havia muitas quintas. Quase todas as urbanizações aqui a são na: Quinta da Roda, Quinta da Conceição, Quinta do Almeida... Existem também como em todas as quintas palacetes antigos , alguns deles restaurados e a funcionar como a Câmara , o CEEIRIA (Centro de Educação Especial), ATL, etc. Tem jardins, tem polícia e GNR, tem Tribunal, tem Centro de Saúde, tem Hospital, tem as famosas chitas, boa fruta, porcelanas, cristais, etc.

Orquestra Típica de Alcobaça - Quem passa por Alcobaça

Powered by Castpost

Aqui ficam algumas fotos que valem uma visita a esta cidade.


Chalé da Fonte Nova - Turismo de habitação


Câmara Municipal

Tribunal Judicial

Varandas

CEERIA

Chalé onde funciona um ATL


Imagens do Mosteiro

Doces e flores

Vista de um lado da baixa onde existem muitas esplanadas

Uma praça com fonte onde se pode descansar

Candeeiros antigos e modernos

Um exemplo das muitas casas apalaçadas

Muito mais há para ver e dizer. O melhor é um dia virem ver "in loco".



Aqui um vídeo do outro lado do Mosteiro onde as esplanadas fazem as delícias dos turistas e das gentes desta terra. Há noite aos fins de semana os jovens estudantes regressados da labuta semanal, espalhados pelas Universidades deste País reunem-se aqui onde o movimento , a cor e o barulho dão vida a esta cidade adormecida.


040406 005
Vídeo enviado por tuga

<"De sua justiça">

17 Comments:

At 1:07 da manhã, Blogger Madalena said...

Alcobaça é sempre paragem obrigatória em qualquer viagem que se preze, Teté!!!! As terras de província são boas para viver. Eu sinto isso também, por aqui por esta terra que não é minha mas que me dá trabalho e algum tempo, aquele que não perco nos transportes públicos ou não a atravessar a grande sidade. Um minuto e meio é o tempo que me separa da escola, de carro, claro!!!!
Beijinhos

 
At 1:25 da manhã, Blogger O Quebra-Costas said...

Felizmente nem tudo é mau.. após o que nos mostraste ontem, aquilo que mostras hoje equilibra claramente os pratos da balança! :)
Não conhecemos muito bem Alcobaça, só mesmo o Mosteiro... talvez um dia metamos a coleira n'A Cabra e levamo-la a passear até esses lados! :P
Beijinho

 
At 8:41 da manhã, Blogger a lice said...

Excelente roteiro, mesmo a pedir uma visita!:))

Beijinhos.

 
At 9:13 da manhã, Blogger papoilasaltitante said...

È linda esta terra Tété. Tem espaços verdes (fora alguns retirados à força heheheh)Mas tem espaços verdes.
Até eu que vivo numa aldeizinha lodo aqui ao pé (demoro 3 mn achegar ao Centro) não trocava o nível de vida que aqui tenho por nennhum outro. E tive oportunidade disso. Só que gosto tanto desta terra que, apesar dos seus defeitos, nunca pus a hipótese de saír daqui, e mesmo quando o fiz... estava sempre ansiosa por ver as torres do meu mosteiro!!
é uma terra bonita. E já agora oh malta da Cabra...metam a coleira na dita que eu e a tété pagamos uma bejeca e um tramoço cá por estas bandas!!!(pronto vá lá até pode ser um a cornucópia hehehe

 
At 10:54 da manhã, Anonymous Ni said...

Oh! garota,em vez de dares duas voltas à esplanada,podias ter feito a volta pelo mosteiro...mas mesmo assim aguça o apetite,sim senhor!Beijinhos.

 
At 12:50 da tarde, Blogger Carlota said...

Óptima ideia e excelente post!
E gostei imenso das fotografias!
Beijola

 
At 12:55 da tarde, Blogger Kamikaze said...

Ó Teresa,

Pois, pois... Tanga!
O meu Japão é bem mais bonito e eu não ando por aí a promovê-lo aos sete ventos.

Já me constou que alguns andaram lá pela Nazaré... de gatas. Nem escadas, quanto mais escaladas! Ah, pois é!...

Beijinhos e obrigado pelas visitas!

 
At 1:14 da tarde, Blogger Caracolinha said...

Olá querida Téte !!!!

Ora aqui está uma linda homenagem à terra da nossa papoila !!!!

Eh pá tenho que partilhar uma coisa contigo ... este fim de semana estive nas tasquinhas de Rio Maior e lembrei-me tanto de ti .... e sabes porquê ????

Porque há num post que fizeste há tempos falavas num lindo sítio ... Atouguia da Baleia ... e enquanto comiamos numa das tasquinhas veio um grupo engraçadissimo cujo nome era a "bandinha dos amigos" de Atouguia da Baleia ... eh pá ... foi um momento daqueles inesquecíveis e lembrei-me logo de ti, se estivesses ali ao ao nosso lado, entre uma dentada numa broa de milho e numa deliciosa morcela de arroz e um copo de vinho tinto ...

Beijocas encaracoladas minha querida .... tenho que te linkar lá nas casquinha ... tás nos favoritos já ... mas isso não chega ... a ver se trato disso ainda hoje, mas antes do jogo do SLB, senão arrisco-me pr'aqui a que me dê uma solipampa com a ansiedade e me fique pra'qui esticada quem nem um passarinho !!!!

 
At 2:04 da tarde, Blogger dakidali said...

A todos os que já escreveram e comentarem:
Quando quiserem aparecer é só dizer, terei muito gosto em conjunto com a Papoila (estou certa que ela alinha) em vos mostrar as coisas boas desta terra. E não é só o Mosteiro.

Ana, prometo uma visita fotográfica ao Mosteiro, um dia destes.

Quebra -costas
Avisem e apareçam.

Caracolinha
Ainda bem que te lembraste de mim . Esqueci-me dessas tasquinhas, costumamos ir a todas, mas desta vez escapou-nos.

Carlota
Obrigado. Quando quiseres, aparece e trás a família.

Kamikaze
O Japão??? Ora mostra lá, vá, mostra...

A lice

Quando quiseres, aparece.

Beijinhos a todos
Teresa para uns e Tété para outros

 
At 2:41 da tarde, Blogger Armando S. Sousa said...

Eu falo por mim, sou português do norte mas conheço a maioria dos locais documentados nas fotografias e penso que é normal conhecer-se o país em que vivemos.
O edifício da câmara municipal têm exactamente a cor da minha casa, ou vice-versa.
Linda região de Portugal, apesar de o se comer bem, ser muito subjectivo!!!O pessoal do Norte sempre foi esquisito!
Um abraço.

 
At 3:03 da tarde, Anonymous Cristiana said...

Evidencia bem a beleza da nossa cidade! Excelente post.

cumps,
Cristiana Bernardes

 
At 3:39 da tarde, Blogger Wakewinha said...

Por acaso tens aí fotos lindíssimas, mas apesar de eu já ter ido aí algumas vezes, só conheço os marcos históricos! ;)

Beijito*

[Lê e Divulga!]

 
At 3:54 da tarde, Blogger Laura Lara said...

É sempre bom rever estes sítios.
Obrigada e beijinhos

 
At 10:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Belas fotos e belíssima reportagem para divulgação da terra! É bem mais do que aquilo que alguns cá do burgo fazem (ou melhor deixam de fazer) para a dar a conhecer ao resto do país.
Concordo com a Ana, agora só falta o Mosteiro, apesar de esse ser o único a ser sobejamente divulgado.
Parabéns.
Bjs Lena

 
At 11:08 da tarde, Anonymous IO said...

Kamik', tu nem abras a boka sobre a Patuskada!, o k'a gente quis que fosses e areia... de castigo, para a próxima, pagas a conta e vais ao Sítio a pé lol!... TT, gostei dos chalés e do amplo espaço das esplanadas. Beijo, IO.

 
At 11:57 da tarde, Blogger jawaa said...

Quando «aterrei» por aqui, tive a primeira reunião na Escola que hoje tem o nome de D.Inês e encantei-me com os seus imensos pomares, e toda a magia desse Mosteiro. Desejei morar aí, mesmo em frente dele.
Claro que não aconteceu, nem todos os nossos desejos são concretizáveis...
Lindas as fotos, as perspectivas, as composições; a última é linda!
Parabéns e obrigada.
Bjinho

 
At 9:18 da tarde, Anonymous Maria Silva said...

Que saudades desta canção de Alcobaça a verdadeira letra de Silva Tavares musica do maestro Belo Marques e arranjo do maestro Alves Coelho Filho .

 

Enviar um comentário

<< Home