quarta-feira, abril 26, 2006

Nuclear ? Não obrigado!

Música de John Lennon - Imagine

Powered by Castpost

De novo na boca do Mundo a palavra nuclear. O que isto me assusta!
Como é que é possível que ainda haja gente que pensa em falar seja para que fim fôr em nuclear depois do que aconteceu em Hiroshima e Nagasaki e mais recentemente em Chernobyl.
Faz hoje dia 26 de Abril precisamente 20 anos (26/04/1986) que a vida em Prypiat terminou com um estremecimento. A menos de 3 Km desta localidade rebentou um reactor, o nº 4, da Central Nuclear de Chernobyl.
A carcaça do reactor ardeu durante 10 dias, contaminando 142 mil Km quadrados no Norte da Ucrânia, no Sul da Bielorrússia e na região de Bryansk, na Rússia.
Foi o pior desastre nuclear do planeta.
O nível de radioactividade foi 400 vezes superior ao de Hiroshima.
Após a explosão, as equipas de socorro tentaram extinguir o incêndio com areia e chumbo. No dia seguinte esses materiais foram ejectados por uma explosão menor, que lançou uma nuvem de partículas radioactivas.

Hoje 20 anos depois ainda sofrem com a radioactividade existente na atmosfera.
Mortes, doenças, os efeitos psicológicos, ainda se fazem sentir.

Como é que fazem passeios turísticos para visitarem essas zona, onde dizem alguns operadores turísticos que têm planos de “Turismo ecológico” onde os cursos de água são cristalinos, existe vegetação deslumbrante que as espécies animais sofreram mutações mas só os mais fortes vencem e as espécies estão a aumentar, como é possível fazer dinheiro com a desgraça dos outros.
As agências de Kiev que exploram esses sítios dizem que têm vários tipos de clientes desde os aventureiros aos simplesmente loucos.

Pois loucos são os que hoje manipulam e transformam o urânio, loucos são os que querem transferir a tecnologia para Países vizinhos, loucos são que acham que poderão usar a força caso as diligências diplomáticas não convençam.

Fotos tiradas da National Geographic de Abril de 2006

<"De sua justiça">

12 Comments:

At 12:38 da manhã, Anonymous IO said...

Eu também ando bastante apreensiva (e akagaçada) com tudo isto!... porra de raça humana que só está bem a construir a morte!... - beijo para ti, IO.

 
At 12:39 da manhã, Blogger papoilasaltitante said...

Pois é minha querida amiga!!! Eu até me recordo de usar ao peito nos anos 80 um crachat com esse slogan!
E Chernobyl aconteceu em 1986! Talvez por isso as nossas consciências tivessem o perigo do nuclear mais presente!
Há tanta fonte de energia alternativa! Portugal com uma excelente extensão de costa poderia ser pioneiro no aproveito da energia das ondas do mar para a fabricação de energia!
Quando ouço dizer que temos que procurar alternativas, concordo, mas nunca a alternativa nuclear! Por mais que digam que é segura, teremos sempre Chernobyl para nos lembrar que assim não é!
Choca-me o aproveitamento da desgraça dos outros seja em que circunstância for, mas esta então!
Esperemos por dias melhores e pelo fim dos "loucos". John Lennon exprime-o melhor que ninguém na bela musica que escolheste para banda sonora!
Beijocas a todos aí em casa!

 
At 12:41 da manhã, Blogger papoilasaltitante said...

Aproveitamento**
sorry

 
At 7:24 da manhã, Blogger Pitucha said...

A última fotografia é um espanto!
Beijos

 
At 11:18 da manhã, Blogger -pirata-vermelho- said...

Não s'aflija! É apenas o início da propaganda relativa à operação Irão

 
At 11:34 da manhã, Blogger Wakewinha said...

Eu era muito pequenina quando isso se sucedeu, portanto só nos aniversários mais tarde tive noção da proporção e da atrocidade... =/ Ainda hoje pessoas, animais e plantas não são os memos! Impossível de imaginar! Uma triste recordação com que todos, mesmo a milhares de kms de distância, ainda sofremos hoje!

Um beijinho grande (com um enorme pedido de desculpa por andar afastada da blogosfera, mas os compromissos profissionais não têm dado tempo para muitas mais coisas)*

 
At 12:26 da tarde, Blogger Brigida Rocha Brito said...

E já passaram 20 anos... mas os efeitos continuam a fazer-se sentir. É verdadeiramente assustador! bjs de outra "akagaçada", :-)

 
At 12:43 da tarde, Blogger Carlota said...

Eu não percebo muito do assunto, mas acho que hoje em dia está a investigar-se a possibilidade de se obter um outro tipo de energia nuclear: a fusão nuclear que, por oposição à fissão nuclear (tipo de centrais nucleares existentes hoje em dia por toda a Europa, nomeadamente a Espanha), é uma energia mais limpa e mais segura.
Em princípio, só daqui a cerca de 50 anos poderá ser produzido este tipo de energia.
É tudo o que sei. :)
Beijola.

 
At 6:08 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

é arrepiante e extraordinário como não se aprende com os erros....

por favor alguém lhes explique como se tivessem 4 anos

beijocas doces e sem radioactividade

 
At 8:45 da tarde, Blogger th said...

Viram o filme "The day after"?

 
At 10:32 da tarde, Blogger Armando S. Sousa said...

Numa altura em que o debate sobre a energia nuclear parece querer voltar à agenda política portuguesa, os governantes devem por os olhos em Tchernobil e deixarem a opção nuclear, bem longe das nossas fronteiras.
Para mim, Nuclear, Não.Obrigado!
Um abraço.

 
At 10:37 da tarde, Blogger Madalena said...

Para mim também não, obrigada!
Beijinhos para ti Teté!

 

Enviar um comentário

<< Home