sexta-feira, abril 07, 2006

Tempos difíceis

Música de Robbie Williams - Make me Pure

Powered by Castpost

Não resisto a colocar música aqui.

Sem muita paciência, apesar de estar em tempo de descanso, para vos maçar com mais um texto sobre o “ser Professor” nos tempos que correm, deixo-vos aqui a minha indignação por esta notícia que apareceu há dias no Portugal Diário e em muitos jornais. Nem em tempo de descanso merecido nos deixam em paz.
A criação de uma linha SOS para Professores.
Como sempre remediamos as coisas pelo sentido contrário.
Em vez de se punir os alunos que agridem os Professores, criam-se linhas de apoio ao Professor.
Qualquer dia temos que pedir perdão aos alunos por ser Professor.
Antigamente os Professores batiam nos alunos /agora os alunos batem nos Professores...
Teremos que nos adaptar aos tempos modernos?
Antigamente íamos para escola para aprender, hoje vão para a escola para os Pais poderem ir trabalhar descansados.
Hoje em dia o Professor não é respeitado, porque os garotos não respeitam os mais velhos, os adultos. Têm o que querem, fazem o que querem.
Agora é a Educação Sexual, que deve ser dada pelos Professores.
Qualquer dia temos que os ir levar a casa, dar-lhes de jantar, metê-los na cama e só depois regressar a casa. Onde o Professor dos nossos filhos já fez a mesma coisa aos nossos. Está tudo baralhado.
O Professor não é pau para toda a obra, como se costuma dizer.
Espero que rapidamente seja recuperada a dignidade desta profissão, que voltem a ter respeito pelos Professores, pois da dignidade com que somos tratados, pelo respeito que nós merecemos, pela alegria e prazer de ir para a escola, disso dependem os homens de amanhã, que serão, Governantes, Juízes, Professores… parece que ainda ninguém pensou nisso, todos passam pelas nossas mãos. Se não formos exigentes com eles, quem será. Como serão?

Com escolas destas como podemos ter prazer em ir para lá, tanto Professores, como alunos ou Funcionários. A minha escola esteve assim todo o 1º período, porque durante as férias não houve oportunidade de se fazerem as obras.

Deixo aqui uma ligação ao blogue da Madalena que fala de Professores e tem um poema a condizer.
Com uma dica da papoilasaltitante consegui isto.

<"De sua justiça">

17 Comments:

At 12:32 da manhã, Blogger papoilasaltitante said...

Amiga esta é boa a da linha SOS... e atua escola parece aminha durante 2 anos...bolas!!!
Bjs

 
At 1:46 da manhã, Blogger Carlos Gil said...

:-)*
(só p'ra não dizeres que eu não venho aqui! lá no bló deixei-te tentaiva de explicação dos 'silêncios')

 
At 1:58 da manhã, Blogger lazuli said...

"Qualquer dia temos que os ir levar a casa, dar-lhes de jantar, metê-los na cama e só depois regressar a casa".
Olha que está quase.

Beijos

 
At 2:16 da manhã, Blogger Madalena said...

Teté, não há dúvida que a linha sos deve ser vista como tu a vês. Eu nem tinha pensado nisso assim. Eu cá acho mesmo é que é preciso ensinar as nossas crianças a gostar mais do mundo, da vida dos outros. Só depois, acho eu, deve vir a educação sexual. Ou será que queremos mais robots? beijinhos!

 
At 7:58 da manhã, Blogger Pitucha said...

Concordo Teresa.
Beijinhos

 
At 11:13 da manhã, Blogger Laura Lara said...

Teté
Como bem dizes, está tudo baralhado. O mal é global. Que pais não gostariam de estar mais tempo com os seus filhos? Qual é a empresa, neste ritmo desenfreado da concorrência, que hesita em despedir um funcionário que trabalha menos uns minutos, para os gastar com os seus filhos? Os empregos são difíceis de arranjar e quem os tem receia perdê-los. Ninguém vive em paz. E isso reflecte-se em tudo nas nossas vidas.
O mundo está louco! Se a solução é a criação de linhas SOS, para quando a linha SOS família/sociedade/instituições?
Beijinhos

 
At 11:51 da manhã, Blogger daalgempaKu said...

Concordamos muito ctg..
daalgempaku

 
At 12:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Infelizmente estamos quase perto daquilo que diz no Portugal Diário "a selva na escola". Mas chegar ao ponto de criar uma linha SOS para o professor é o máximo. Ao que nós chegámos mesmo. Será que algum dia conseguiremos recuperar o respeito e a dignidade que merecemos?
Bjs Lena

 
At 12:56 da tarde, Blogger a lice said...

Só para deixar um beijinho.

 
At 1:02 da tarde, Anonymous IO said...

TT, sabes que em 1976, na Escola Técnica General José Machado (ao pé do liceu), onde dava aulas, já havia Educação Sexual? - era dada pelos professores de Ciências Naturais (a par, sempre, um professor e uma professora). Moçambique, há 30 anos atrás. Por isso, não entendo o alarido que se está a fazer em redor disto, explica-me!...

Beijo solidário à prof', no que ao desprezo pela Educação vota o poder, IO.

 
At 2:57 da tarde, Blogger manuel said...

Estou contigo: é preciso recuperar a dignidade dos professores.
Sou tão velho que ainda venho de um tempo em que o professor era respeitado. Hoje, pelo que oiço, é vilipendiado.
Pobre país que não sabe colocar os alunos, os pais dos alunos e os professores nos lugares devidos.

 
At 6:46 da tarde, Blogger marakoka said...

sabes o que penso passamos depressa do 8 para o 88 ....e deu no que deu....agora.....a crise de valores existe só com medidas drasticas.....eu sou a favor de redeas curtas....
gostei de ler.te, infelizmente assim é....uma vergonha

jocas maradas deste lado do mar

 
At 10:45 da tarde, Blogger perola&granito said...

Bom fim de semana :o)

 
At 11:01 da tarde, Anonymous Ni said...

Pois,pois,TT!!!
Mas hoje não me apetece falar de escola...venha a merecida pausa!!!
Beijos e até breve.

 
At 11:17 da tarde, Anonymous Dra. Daniela Mann said...

Nem posso acreditar no que acabei de ler! E "Professores Anónimos" não há? Anda tudo doido!
Tens muitissima razão em tudo o que escreves. Como disse no blog da papoila, até as baby sitters de sábado à noite são mais bem tratadas que nós!
Linha SOS, só faltava mais esta!
Um abraço TT

 
At 10:37 da manhã, Blogger jawaa said...

Só agora li. Sem comentários... sabe que estou consigo.
Beijiiiiiiinho e vá esquecer para o seu retiro lindo.

 
At 9:26 da tarde, Blogger Gambino said...

Concordo plenamente.
Ontem uma mãe foi condenada por agredir uma professora.
E os alunos? Podem dizer e agredir à vontade?
Quando é que isto mudo, se é que algum dia muda?
Beijinho e bom descanso

 

Enviar um comentário

<< Home