quarta-feira, maio 17, 2006

Despida...

Conforme já tinha nunciado hoje realizou-se o Regional de Gira Volei, também como vos disse abri um outro blogue onde postarei estas actividades para que os garotos possam ter acesso. Se quiserem espreitar está aqui. Agradecia é que se quiserem comentar as actividades o façam aqui neste blogue, pois o outro é só para os garotos. Obrigado.

Música de Pólo Norte - Dança


Powered by Castpost

Este poema foi escrito por uma colega, que tinha uma vida cheia e que um dia teve um azar. Mesmo assim não desistiu, tem uma força fabulosa, uma cultura fora do vulgar. Apesar da partida que a vida lhe pregou, não desiste, luta todos os dias, escreve, toca piano e é uma pessoa que vale a pena conhecer.
Este poema, diz ela, é a sua cara. Também me revejo nele, por isso lhe pedi para o copiar e postar aqui.
Há tempos ensinei-lhe a construir um blogue, ficou toda contente e tem postado, às vezes com alguma dificuldade, o que lhe vai na alma. É aqui. Leiam, pensem, comentem se quiserem.
Um dia conto-vos a história desta colega com a devida autorização, pois é uma lição de vida.

Queriam me mansa...
Tiveram me tempestuosa!
Quiseram me indiferente...
Tiveram me curiosa!
Queriam me temerosa...
Tiveram me corajosa!
Quiseram me sossegada...
Tiveram me aventurosa!

Queriam me medrosa...
Tiveram me impetuosa!
Quiseram me despida
Tiveram me andrajosa!
Quiseram me calada...
Tiveram me faladora!
Quiseram me quieta...
Tiveram me arrojada!
Quiseram me rastejante...
Tiveram me alada!
Quiseram me feia...
Tiveram me airosa!
Quiseram me casta...
Tiveram me desenvergonhada!
Quiseram me desatinada...

Tiveram me atenta!
Quiseram...queriam...
Essa gente que por aí passa!
Quiseram...queriam...
Aqueles que não viam!
Quiseram...queriam...

Aqueles que não ouviam!
Quiseram...queriam...
Aqueles que não sentiam...

Ai de mim...
Sofrida neste mundo pardo...
Ai de mim...
Resgatada nas mãos dos iníquos!
Ai de mim...
Largada no vazio...
Ai de mim...
Estalando de sede...
Ai de mim...
Curvada...baixinha...
Ai de mim...
Procurando um lugar pequenino!
Queriam...
Queriam me assim...
Mas eu alcancei lhes as sombras,
Enxotei lhes as jogadas...
Pus me de lado calada,
Vendo os matarem se...
Fiz me surda,
Pontapeando palavras...
Fiz me cega,
Presenciando mutilações...
Fiz me parva,
Acenando de lado...

E foi assim que um dia parti...
Dizem que me viram o perfil!
Dizem por aí... que por aqui...
Procuram me o rasto...
Mas eu parti mesmo
Para lá das estrelas,
Para Andrómeda!
E na circunvalação do colorido
Na exasperação da coisa achada...
Sou Febo...
Estrondeando emoção!

<"De sua justiça">

10 Comments:

At 12:03 da manhã, Blogger papoilasaltitante said...

Lindo!!! Manda beijinhos meus à autora ok????

Beijocas

 
At 8:21 da manhã, Blogger 125_azul said...

E em dias difíceis, que bem faz ter exemplos destes. Dis-lhe: também ela vai ao Quadro de Honra! Beijinho grato.

 
At 8:23 da manhã, Blogger 125_azul said...

DIZ-LHE! o S fica em cima do Z e na pressa...burra! desculpa

 
At 10:51 da manhã, Blogger francis said...

Repleto de sentimento! :-)
Por norma não devemos nunca baixar os braços...

 
At 11:29 da manhã, Blogger jorgesteves said...

Um expurgado e inteiro retrato; crú e simultaneamente burilado nos contornos dos sonhos que acalenta. Não é um poema; é um hino!
jorgesteves

 
At 12:39 da tarde, Anonymous Dra.Daniela Mann said...

Concordo plenamente com o Jorge!
Beijinhos

 
At 6:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A autora deve ser mesmo uma Mulher com M grande e um exemplo a seguir. Parabens à autora por este poema lindo.
Bjs Lena

 
At 10:24 da tarde, Blogger viktor said...

Olá,
Parabéns à autora. Este e os outros poemas dela (ver blog) são interessantes, não só a nível temático como também no que diz respeito à forma.
Por exemplo, neste poema, a utilização da repetição funciona muito bem, chegando mesmo a ser musical. Assim, no Verão, vou ver se consigo compor um pouco de música para este poema.
Bjs.

 
At 2:44 da tarde, Blogger jawaa said...

Lindo, tem aí a alma toda... é para o que servem os bons poemas, para lá verter a alma.

 
At 8:41 da tarde, Blogger marakoka said...

gostei de ler
...vou ao blog :)
jocas maradas

 

Enviar um comentário

<< Home