sexta-feira, maio 19, 2006

Não se vendam!

Música de Joss Stone - Right to be Wrong

Powered by Castpost

O ser humano é realmente muito complexo, e por vezes é difícil perceber o que o move, o que o faz tomar certas atitudes, o que o faz reagir assim ou assado.
Como já vos expliquei este ano é ano de eleições na minha escola, eleições para a Assembleia de Escola, eleições para o Conselho Executivo, eleições para coordenadores de departamentos, delegados de disciplina, directores de turma e de tudo quanto é cargos. Estes cargos são todos por eleição.
Para a Assembleia e para o Executivo, as pessoas que quiserem apresentam uma lista, com os seus objectivos e princípios e depois vão a votos, como em democracia quem tiver mais votos ganha e passa a fazer parte dos órgãos de gestão da escola. Para os outros cargos qualquer Professor que seja profissionalizado e de preferência do quadro da escola pode ser eleito pelos colegas que fazem parte desse grupo disciplinar. Quanto à eleição dos coordenadores dos Directores de turma na minha escola a eleição é feita só entre os Directores de turma, que são nomeados pelo Presidente do Conselho Executivo.
Há uns dias foi a eleição para a Assembleia. Todo este processo tem prazos a cumprir e um sem número de passos a dar como devem calcular. Na véspera da eleição, havendo só uma lista candidata, apareceu de repente e à última da hora uma outra lista. Bem se vos for contar o stress de algumas pessoas que faziam parte dessa lista à pressão, vocês nem acreditavam, quando confrontadas com a lista enquanto estavam a afixar na sala de Professores, se vos contasse nem iam acreditar. Como é possível tanta hipocrisia, tanta criancice, tanta falta de transparência. Deram tanta desculpa, em vez de assumirem o seu compromisso, só se desculpavam e arranjavam maneira de passar despercebidos.
Bem, mas lá chegou o dia das eleições e apesar de alguns contratempos com dúvidas se as pessoas que estavam ausentes podiam deixar o voto na véspera, se quem está em licença de parto, pode votar ou não, as coisas até correram sem muitos sobressaltos.
Nunca vi, estou nisto há 28 anos e juro-vos que já passei por vários momentos destes em variadas escolas, cada uma com a sua história, mas como aqui nunca, é única.
Agora temos a eleição para o Conselho Executivo, até à data ainda não apareceu nenhuma lista, é sempre assim, tudo secreto, tudo sussurra, tudo fala, mas até agora nada. Há-de ser na véspera, à última da hora para criar não sei o quê, pois quanto mais transparente for a lista, melhor para a escola, melhor para todos nós.
A vida está complicada para todos, sabemos, que os Professores têm sido massacrados pelo Ministério da Educação, que andam na boca do povo e dos “media”, que parece que são uns malandros, todos nós sabemos, mas que não podemos perder a nossa dignidade, se é que a temos, que não nos devemos vender a troco de um cargo com redução de horas da componente lectiva, que não nos devemos vender por um horário com dia livre, ou com entradas e saídas a nosso gosto, que não nos devemos vender por um lugar numa escola mais perto de casa, que não nos devemos vender nada que esteja ligado a interesses, não. Mas como já dizia alguém, todos nos vendemos, depende é do preço.
Agora que o poder está nas mãos do Presidente do Conselho Executivo, agora até nas escolas vamos começar a ter, se é que já não havia, os “jobs for the boys”. Sinceramente, ponham a mão na consciência, tanto quem está no poder, como nós que estamos na base, para o bem dos nossos alunos, para o bem de todos nós, se é que queremos manter a nossa sanidade mental, para o bem das escolas, para o bem do País, pensem se vale a pena vender a alma ao diabo.

<"De sua justiça">

15 Comments:

At 11:55 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

Vender a alma ao DIABO.... NUNCA!! Excelente apelo... Por vezes as pessoas são "coagidas" a embarcar em certas "viagens" e depois até se arrependem... só que depois é tarde!!
É triste haver gente a vender-se por um horário ou uma promessa de cargos...
Valha-nos Deuses!
Beijocas amiga!

 
At 1:16 da manhã, Blogger Mocho Falante said...

olha como dizia a Ivone Silva
Este País está um colosso
Está tudo grosso está tudo grosso

Como é que é possível ainda assistirmos a cenas destas, eu pintava a minha cara de preto

beijos muitos e sem horários reduzidos

 
At 1:22 da manhã, Blogger amigona said...

Problema real e que consegues colocar muito bem... é preciso acreditar que muitos conseguirão resistir às pressões...
beijo...

 
At 2:23 da manhã, Blogger lazuli said...

É a autonomia das escolas..E ainda não sabemos usar a liberdade de gerir as nossas proprias escolas. E não só.
Será que ainda existe o sindroma do chicote..do poder vindo do alto?

 
At 11:04 da manhã, Blogger Madalena said...

Eu pertenço à AE mas isso não me dá redução em coisa nenhuma e dá-me horas de seca a discutir os problemas das outras escolas do agrupamento. No entanto, acho que tenho o dever de intervir na vida da escola e se puder melhorar alguma coisa, tanto melhor. Trabalho sempre com um grupo de pessoas nas quais confio, mas reconheço que acaba por funcionar como grupo de pressão sobre o outro o do Executivo. Estou um pouco cansada de lobbies e poderes, sobretudo porque sinto que há muita sede de protagonismo nalgumas pessoas e pouca vontade de fazer da escola o que ela deve ser. Desiludida. É como eu estou. Mil beijinhos

 
At 12:40 da tarde, Blogger Belzebu said...

Peço imensa desculpa mas eu não disse que comprava! Essa de vender a alma ao diabo não gostei!

eheheh! O que se passa nessa escola não é nem mais nem menos do que o reflexo desta sociedadezinha que funciona sempre com velhos métodos corporativos! Cabe-nos então denunciar!

Saudações!

 
At 12:56 da tarde, Blogger a lice said...

Acima de tudo estão os interesses dos alunos!

Beijinhos.

 
At 4:55 da tarde, Blogger Cafe com Limao said...

é so lobbies... e quem sai prejudicado?

 
At 6:15 da tarde, Blogger 125_azul said...

Indigna-te que os adultos se comportem como crianças mal educadas, mimadas e irresponsáveis, mas a verdade é que anda tudo um bocadinho desvairado, não te parece? Beijinho, bom fim de semana

 
At 9:54 da tarde, Blogger mixtu said...

pois... e é na base que se mudam as atitudes... que ganda confusão... não tinha conhecimento que tais cargos eram assim disputados
besitos

 
At 10:07 da tarde, Blogger mixtu said...

p.s. nem só os profs, trabalham muito, yayayaya
- mi cariño,
- si carmencita, Tété, me voy, carmen es muy ciumenta, yayayaya

 
At 11:24 da tarde, Blogger viktor said...

Olá,
Penso que já disse uma vez aqui que os eleitos deviam continuar a ser nossos colegas. Por vezes, o poder sobe à cabeça de alguns e há um progressivo distanciamento e até algumas represálias para com os candidatos derrotados.
Assim, é sempre a medo que alguém se candidata.
Já dizia o nosso colega de profissão (que por acaso até também foi ditador) que "em política, o que parece é".

 
At 11:46 da tarde, Blogger LG said...

Cada vesz mais raro escrever-se bem o português. Parabens tb pelos textos;)

 
At 10:51 da tarde, Blogger jawaa said...

Lamento e de que maneira essa situação, bem sabe. A culpa morre solteira e para mim acaba no facto generalizado de que ainda falta cumprir-se Abril, até já o escrevi.
Tudo o que diz é desprezível em democracia, mas nós ainda não assimilámos dela o significado. Na escola deveria começar a noção de dignidade, clareza de procedimentos, responsabilidades distribuídas a partir do diálogo aberto, rentabilização de esforços e exigência acrescida para os alunos sentirem a necessidade de colaborar num esforço comum.
Aí há violência psicológica, os resultados não podem ser positivos.

 
At 3:25 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É TRISTE, é muito TRISTE! E que falta de dignidade e profissionalismo!
Para além disso, é pena que tenhamos de trabalhar e tentar fazer aquilo que gostamos -dar aulas - numa escola com um ambiente e espíritos como esses.
Bjs Lena

 

Enviar um comentário

<< Home