quarta-feira, junho 21, 2006

Refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) lançou ontem uma campanha para ajudar os nove milhões de crianças refugiadas no mundo sob o lema «Ajude-os a brincar, deixe-os aprender».

Existem 9 milhões de crianças refugiadas. Acreditam? Como é possível? Mas o que são refugiados?
São pessoas legalmente deslocadas dos seus Países por causa do medo bem fundamentado de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, opinião política ou por pertencerem a um grupo social particular.
Com esta campanha, acompanhada pelo nosso António Guterres, pretende -se ajudar os 9 milhões de crianças refugiadas a «concretizar os seus sonhos com a melhoria das suas condições de vida nos campos através da educação e do desporto».

O objectivo da campanha é conseguir fundos para programas educativos e desportivos e dar a conhecer a realidade destes nove milhões de crianças e o que significa ser refugiado.
Apenas vinte euros são suficientes para enviar uma criança para a escola durante um ano, 40 euros dão para enviar um computador recuperado para uma escola de refugiados, 220 euros formam um professor e bastam 800 euros para criar zonas desportivas e de recreio nos campos de refugiados, segundo o ACNUR.

«A educação e o desporto nos campos de refugiados envolvem as crianças em actividades positivas, dando-lhes esperança e meios que podem ser usados para a reconstrução das suas vidas e para que ganhem um sentido de normalidade e de estrutura nas suas vidas diárias»

[Para ler mais]


Vídeo publicitário da campanha tirado daqui


GKB_LTL2_en ninemillion.org
Vídeo enviado por tuga



Antes de se irem embora passem por aqui e se acharem que vale a pena sigam o link. Não tem a ver com este assunto mas é importante na mesma.

<"De sua justiça">

12 Comments:

At 1:02 da manhã, Anonymous IO said...

E enquanto o mundo for como é, todos os dias são dias do refugiado... - um beijo para ti, outro para eles.

 
At 1:39 da manhã, Blogger Belzebu said...

È revoltante, é deprimente e faz-nos pensar!

Infelizmente quem pode inverter a situação anda distraido com outras coisas!

Enfim! Saudações!

 
At 8:36 da manhã, Blogger 125_azul said...

Até doi no coração.Retornado é tão próximo de refugiado; outra dimensão, mas próximo demais. Beijinhos, moça do pé quase, quase pronto para um baile!

 
At 9:24 da manhã, Anonymous cristiana said...

fazes bem em agitar estes assuntos e quanto à petição, já assinei, é escandaloso o dinheiro que se gasta...para nada.

 
At 9:30 da manhã, Blogger naturalissima said...

Enquanto existir o homem, o mundo funcionará sempre assim. É uma triste e dolorosa verdade.
Temos aqui mais um ALARME importante...
Tenho estado a divulgar o teu blog, porque é um daqueles espaços SÉRIO, do qual nos leva a reflectir melhor sobre o que se passa no mundo e não só, leva-nos a questionar a merda que somos!!!
É revoltante.
Gostava de acreditar no HOMEM, mas para já quero somente acreditar na HUMANIDADE.
Mais uma vez, obrigada, em nome de todos que lêm este "lugar" tão especial, por nos ajudar a abrir mais os olhos.

Um beijinho
Daniela

Deves gostar de ler o www.rochasousa.blogspot.com
É muito interessante... dá uma olhadela, faz os teus comentários. Julgo que irás gostar do seu humor e das suas criticas socio/politicas e artisticas.

 
At 10:46 da manhã, Blogger Cherry Blossom Girl said...

Esta é uma situação que me entristece acredita, gostava tt que este mundo fosse para toda a gente um lugar bom para viver, infelizmente não é assim:(.
Mas, é mt bom que as pessoas saibam deste tipo de situações e se consciencializem que é preciso denunciar e fazer alguma coisa para conseguirmos um mundo melhor.
Por um mundo melhor, sp...
Parabéns pelo excelente trabalho que tens feito.
Beijinho gd*

 
At 1:13 da tarde, Anonymous IO said...

Ups!, oh 125-azu: 'retornado' é regressado de luxo, pois tem todos os direitos de cidadania... depois, há os que, como eu, só serão retornados quando voltarem à praia onde nasceram e que têm todos os direitos excepto um: o de olharem a sua terra, quando acordam.
Deste 'post' fala quem, tantas vezes, nem direito a água tem, por isso a chamada de atenção da TT é tão importante!! - abraço, IO.

 
At 5:16 da tarde, Blogger francis said...

Parece que o ser humano é o menos humano dos seres. Continuo sem perceber porque se mata em nome de uma religião. Popdem-se acusar de ser ateu, mas jamais serei acusado de tirar a vida a alguém em nome de alguma entidade que nem sabemos se realmente existe, e - caso exista - será essa a sua vontade?

 
At 5:28 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mais uma causa que vale a pena divulgar e ajudar.
Não imagino o que deve ser a vida de um refugiado, muito menos de uma criança nessa situação. Mas infelizmente eles existem e precisam mesmo da nossa ajuda.
Bjs Lena

 
At 8:03 da tarde, Blogger a lice said...

Parabéns pelo post e por divulgares estas causas!:)

 
At 8:24 da tarde, Anonymous tuga said...

Palavras para quê ?

 
At 11:21 da tarde, Anonymous Daniela Mann said...

Causas nobres e que merecem todo o nosso empenho e dedicação!
Hoje também escrevi um poema sobre causas que podemos deixar de defender por causa dos "embaraços" da vida!
Ainda bem que nada te demove e és uma pessoa de convicta dos teus ideais!
Beijinhos amiga.

 

Enviar um comentário

<< Home